Publicado em: 21/03/2018

A descoberta da gravidez é um período de grandes transformações para a mulher, para seu parceiro e toda a família, que por sua vez esperam com grande alegria e ansiedade a chegada do bebê.

São momentos intensos e por vezes ainda é preciso saber lidar com episódios de ciúmes, tanto no caso de quem já tem outros filhos, quanto com o ciúme dos pets, que percebem as mudanças mesmo não entendendo direito o que está acontecendo. Além do ciúme, existe diversas formas de tentativas para voltar a atenção que antes era só deles. Principalmente quando o cão é mimado e perde o status de preferido, tendem a sofrer mais com essa nova adaptação. Afinal, ninguém gosta de deixar de ser o preferido, não é!?




As mudanças começam com a preparação do lar para o novo morador e se intensificam com a chegada do bebê. Alguns animais chegam até mesmo agir com agressividade ao lidarem com o ciúmes. Mas o que é possível ser feito para minimizar o conflito com a chegada do bebê para nossos pets?

A adaptação deve ser feita pelos donos, se continuar havendo conflitos o ideal é procurar a ajuda de um adestrador que é a pessoa mais indicada para entender e nos ajudar a entender os comportamentos caninos.


*Thamara e Cecilia com as cachorrinhas Meg e Bel.


Simule situações que se tornarão rotina com a chegada do recém-nascido, ande com uma boneca no colo. Mostre á ele. Espalhe um pouco de talco em alguns locais da casa.

Quando a criança chegar, apresente-a ao seu animal de estimação. Nada de mandar o animal passar férias na casa da tia ou sogra. Sempre supervisione qualquer sinal de agressividade. E quando houver uma reação amigável, lembre-se de parabeniza-lo.

A atenção precisa ser redobrada quando a criança atingir certa idade, crianças com menos de 3 anos não tem noção de força e principalmente se o animal for pequeno poderá  machuca-lo, ou no caso de gatos que a qualquer carinho mais brusco poderá arranhar a criança.

De mais, a convivência com animais de estimação só tem a trazer benefícios para as crianças. Além do companheirismo e diversão, desde cedo ela começam a desenvolver responsabilidade e respeito para com os animais. 


Kayuane Muner - Acadêmica de Medicina Veterinária
Dpto de Vendas EcologBrasil.

Como preparar seu pet para a chegada de um novo morador: O bebê!